Muito Além do Jardim – Acaso e Manipulação

Muito Além do Jardim Aquarela Caetano Cury Filosofia Política
Aquarela sobre o filme Muito Além do Jardim. Por Caetano Cury.

Muito Além do Jardim é um filme de 1979. Se não viu, assista antes de ler esse resumo. Vou contar o final.

Muito Além do Jardim é a história de um jardineiro que, por um acidente, vai parar na casa de um dos homens mais ricos dos Estados Unidos. O jardineiro não sabe ler e mal consegue falar. Ele diz coisas óbvias, como “na primavera há crescimento e no inverno não”. E por isso, todo mundo acha que ele é um sábio empresário que se comunica por metáforas.

Com seu discurso “sincero”, ele conquista o homem rico. Conquista a mulher do homem rico. Conquista o presidente dos Estados Unidos. Vira uma celebridade. Um mito. E ninguém sabe a real identidade dele. Pensam até que “Jardineiro” é sobrenome.

No final, antes de morrer, o homem rico escala o jardineiro para ser seu sucessor. No funeral do homem rico, outros homens ricos e poderosos discutem o futuro do país enquanto carregam o caixão. E chegam à conclusão que o jardineiro é a melhor pessoa para disputar a próxima eleição presidencial.

Muito Além do Jardim mostra que a vida é, ao mesmo tempo, acaso e manipulação. O acaso faz nascer os personagens da nossa história. As forças manipuladoras de sempre se encarregam do resto.

Livro que inspirou o filme Muito Além do Jardim:

Filme completo Muito Além do Jardim:

Muito.alem.do.Jardim from zcarlos on Vimeo.

Time-Lapse da aquarela inspirada na cena final de Muito Além do Jardim:

Podcast – Resumo Muito Além do Jardim:

 

Reproduzir

Um comentário sobre “Muito Além do Jardim – Acaso e Manipulação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *