Tirinha – Será que eu sou o único?

Uma reflexão sobre o comportamento das pessoas que continuam respeitando o isolamento social.

Texto da tirinha:

Muita gente se aglomerando. Mas eu sigo firme distante de todos. Quando saio, vou protegido. Se vejo alguém sem máscara, mudo de calçada. Não vou em bares. Recuso convites para festas. Prefiro continuar salvando vidas. Mas me pergunto: Será que eu sou o único?

Vídeo completo da produção da tirinha no IGTV e no YouTube:

Tirinha – O pai de Amélie Poulain quer viajar

_Ai que vontade de viajar.
_Nem pensar!

O pai de Amélie Poulain quer viajar. O gnomo só escuta. Mas na quarentena do coronavírus não pode. Tirinha em aquarela e lápis vermelho sobre papel. Produzida por Caetano Cury em 04/04/2020. Tamanho 21 x 15,7 cm. A tirinha é baseada em uma cena de O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, um filme de Jean-Pierre Jeunet com Audrey Tautou, Robert Gendreu, Clotilde Mollet, Mathieu Kassovitz.

Leia outras tirinhas sobre a quarentena.

Como a tirinha foi feita? Assim: