Tirinha – Será que eu sou o único?

Uma reflexão sobre o comportamento das pessoas que continuam respeitando o isolamento social.

Texto da tirinha:

Muita gente se aglomerando. Mas eu sigo firme distante de todos. Quando saio, vou protegido. Se vejo alguém sem máscara, mudo de calçada. Não vou em bares. Recuso convites para festas. Prefiro continuar salvando vidas. Mas me pergunto: Será que eu sou o único?

Vídeo completo da produção da tirinha no IGTV e no YouTube:

A fadinha e o espantalho – versão animada

“Sou muito fã do seu trabalho e fiz uma animação da sua tirinha A FADINHA E O ESPANTALHO. Posso colocar nas minhas redes?”

Foi assim que o Filipe Itagiba me apresentou essa adaptação maravilhosa da tirinha mais recente de Téo & O Mini Mundo.

O Filipe é criador do perfil @rpgente. Lá ele posta animações e fala sobre RPG.

Adorei a surpresa, Filipe! Ficou muito bom mesmo!

E claro, pode postar e mostrar pra todo mundo!

E vocês, o que acharam da ideia?

A devastação do coronavírus

Em 23 de maio de 2020, quando esta tirinha foi publicada, o Brasil registrou 22.165 mortes provocadas pela Covid-19 e 349.113 casos confirmados da doença. O Brasil já era o segundo país no mundo com o maior número de casos oficiais, atrás de Estados Unidos. Na mesma data, a imprensa internacional repercutia a divulgação do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril em que Jair Bolsonaro disse que poderia pedir às Forças Armadas que intervenham para “restabelecer a ordem no Brasil”. O jornal espanhol “El País”, por exemplo, disse chamar a atenção que, durante as mais de três horas de reunião, a crise do coronavírus foi apenas mencionada, mas nada se discutiu sobre o assunto.

Esta tirinha produzida por Caetano Cury apresenta um cenário apocalíptico com pessoas morrendo nas ruas, cemitérios precários, hospital em colapso e profissionais de saúde atendendo em um condições inadequadas. Como se não bastasse toda esta situação, ainda temos que conviver com uma constante ameaça à democracia, representada na HQ por um presidente gigante parecido com um “boneco de posto”, guiando uma tropa de militares em direção ao interior da imagem. Para não ver tamanha catástrofe, basta desligar o celular e se desconectar das notícias?

Veja o processo de desenho e pintura da tirinha a partir do zero:

Os esboços desta tirinha estão publicados no Instagram secreto, exclusivo para apoiadores. Participe do grupo.